oscars

Renato Furtado

Sem sombra de dúvidas, estas são duas das categorias mais importantes de qualquer premiação, tanto cinematográfica quanto televisiva: Melhor Atriz e Melhor Ator. Esta é a hora de premiar a melhor e o melhor protagonista do ano. Não é tarefa fácil, é verdade, portanto, é bom saber que – apesar de alguns pesares (leia mais sobre as problemáticas envolvendo o Oscar aqui e aqui) e de uma ou outra indicação equivocada – a Academia foi bem neste 2016 ao selecionar os cinco candidatos em cada categoria (lembrando, sempre, que um prêmio estadounidense como este raramente reconhece atuações europeias, quanto mais performances sul-americanas, africanas e asiáticas).

Sem mais delongas, vamos às nossas previsões!

Melhor Ator

Esta também é uma categoria quase fechada no momento. Vamos começar pelos concorrentes – também conhecidos como (não)ganhadores.  Dentre os quatro, Matt Damon é o único que poderia ter dado lugar a outro ator – talvez Will Smith, indicado ao Globo de Ouro. De resto, Bryan Cranston (Trumbo), Eddie Redmayne (A Garota Dinamarquesa) e, principalmente, Michael Fassbender (Steve Jobs) estão incríveis em seus filmes. O que eles não esperavam era que DiCaprio fizesse aquela que é uma das melhores interpretações de sua vida. Na história moderna do Oscar, o considerado “maior injustiçado” é DiCaprio. Deveria ter levado por “O Aviador” e poderia ter levado tanto por “Gilbert Grape” (como coadjuvante) ou “Diamante de Sangue” ou “Lobo de Wall Street”. A hora chegou apenas agora, mas enfim chegou. DiCaprio é uma verdadeira força da natureza em O Regresso (nossa crítica aqui) e sua performance física (elemento que muitos críticos tem utilizado para apontar que esta não é a melhor interpretação de sua carreira e que, portanto, este Oscar seria só pelo conjunto da obra, argumento totalmente incabível) é de encher os olhos de qualquer cinéfilo. É sempre bom quando a Academia premia um artista por um trabalho fenomenal: este é o caso de DiCaprio.

O vencedor é: Leonardo DiCaprio!

alx_o_regresso_di_caprio_original

 

Melhor Atriz

Em nossas coberturas sobre o Globo de Ouro e nos nossos previews dos indicados ao Oscar, já conversamos bastante tanto sobre a categoria de Melhor Atriz quanto a de Melhor Ator. Mas, é sempre bom falar sobre isso, então tocando o barco. À essa altura do campeonato, a vencedora está praticamente certa. A fenomenal Brie Larson (vejam o belíssimo Short Term 12, filme pelo qual ela deveria ter sido indicada e pelo qual poderia até vencer este prêmio) de “O Quarto de Jack” levou tudo que podia e, pelo andar da carruagem, não dará muitas chances para suas competidoras. É sempre bom quando a Academia reconhece uma atuação maravilhosa, mas também é uma pena quando vemos que Cate Blanchett e Charlotte Rampling não levarão o prêmio para casa – apesar de suas brilhantes atuações em seus respectivos filmes. Quanto às outras duas concorrentes (Jennifer Lawrence e Saoirse Ronan), a vaga deveria mesmo ter ficado com Rooney Mara e Alicia Vikander (que são tão protagonistas quanto as indicadas e ainda estão melhores em seus filmes).

Nossa aposta (e provável vencedora) é: Brie Larson!

brie

 

Semana que vem tem mais! Bom carnaval!

Anúncios