osc

Renato Furtado

Entra ano e sai ano e o Cinema2Manos não para! Com o Oscar cada vez mais próximo e com o anúncio dos vencedores do Globo de Ouro na noite deste domingo, agora é a vez de analisarmos as chances dos possíveis indicados para as categorias de Melhor Ator Principal e Melhor Atriz Principal – duas corridas, especialmente a das mulheres, que prometem ser algumas das mais empolgantes do ano:

MELHOR ATRIZ

5) Ruth Negga (Loving)

negga

Ainda que seu filme “Loving” não seja uma unanimidade, é certo que uma das melhores performances do ano é de Ruth Negga, estrela da série Preacher. A atriz, que foi indicada ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz em Drama, não deve ter grandes chances por causa da concorrência, mas tem grandes oportunidades de completar uma das cinco vagas do certame. Negga terá que lutar, no entanto, contra Meryl Streep para assegurar uma das vagas. Disputa complicada.

4) Isabelle Huppert (Elle)

elle

Todos sabemos que o Oscar é uma premiação voltada para a indústria cinematográfica dos Estados Unidos. A única coisa que acontece com frequência é a indicação de atores, atrizes, diretores etc. por trabalhos em filmes britânicos. Fora isso, pode esquecer: a chance de ver uma personalidade que não seja estadunidense é mínima. Portanto, quando uma atriz francesa tem grandes chances de entrar na corrida é porque sua interpretação foi, no mínimo, excepcional. E não estamos falando de uma atriz qualquer – estamos falando de Isabelle Huppert, uma das melhores atrizes francesas de todos os tempos. A veterana tem mais de 40 anos de carreira e, ainda assim, conseguiu fazer de 2016 um dos melhores de sua trajetória; afinal, ela emplacou performances estelares em “Elle” de Paul Verhoeven e em “O Que Está Por Vir” de Mia Hansen-Love.

3) Amy Adams (A Chegada)

amya

Ora, ora, ora, vejam quem está novamente no páreo. Sim, é apenas questão de tempo para que Amy Adams ganhe seu merecido Oscar. Com três indicações nos últimos seis anos, Adams é uma das melhores atrizes em atividade no momento e como Huppert entregou duas performances acachapantes em 2016 tanto em “A Chegada” quanto em “Animais Noturnos”. Não é dessa vez, mas será indicada pela sexta vez em sua carreira. Amy Adams é o novo Leonardo DiCaprio.

2) Natalie Portman (Jackie)

jackie

A acirrada disputa ficará, provavelmente, entre dois nomes: Natalie Portman e Emma Stone. Ambas parecem ter entregado as performances de suas vidas e a corrida será decidida nos mínimos detalhes. Contra Portman pesa o fato de que ela já tem um Oscar – e a Academia gosta de premiar atores e atrizes que ainda não tiveram seus trabalhos reconhecidos. Além disso, Portman não tem uma boa relação com a Academia (a atriz já criticou a instituição no passado). Por outro lado, ela interpreta Jacqueline Kennedy, uma das primeiras-damas mais queridas de todos os tempos nos EUA.

1) Emma Stone (La La Land – Cantando Estações)

emmastone

Emma Stone sempre teve um carisma e um talento inegáveis, mas ninguém poderia dizer que a atriz que estreou nos cinemas em “Superbad” viria a se tornar, um dia, a favorita para ganhar a estatueta de Melhor Atriz no Oscar. No entanto, ao que tudo indica, não tem para ninguém. Surpresas sempre podem acontecer, mas sua vitória quase certa no Globo de Ouro e o seu prêmio como Melhor Atriz no prestigiado Festival de Veneza com certeza pesarão a favor da atriz. Além disso, ela ainda não ganhou – tem uma indicação por seu trabalho em “Birdman” como atriz coadjuvante.

MELHOR ATOR

5) Joel Edgerton (Loving)

joel

Diferentemente da categoria de Melhor Atriz Principal, a categoria de Melhor Ator tem muitos concorrentes, mas poucas grandes performances. Se por um lado Meryl Streep e Annette Benning podem ficar de fora da disputa, a categoria masculina está mais bagunçada. Por isso, uma das vagas deve ficar mesmo com Joel Edgerton por Loving. Ou pode ser que fique com Viggo Mortensen por “Capitão Fantástico”. Ou com Tom Hanks por “Sully”. Ou Adam Driver por “Silêncio”. Nunca se sabe, qualquer coisa pode acontecer.

4) Andrew Garfield (Até o Último Homem)

hacksaw

O ex-Homem Aranha entra na quarta colocação pelo simples fato de que suas chances são ligeiramente maiores que os mencionados acima – e também porque o filme de Mel Gibson tem sido elogiado. Talvez a maior questão seja o fato de que “Até o Último Homem” é um filme de Mel Gibson – e ele já se indispôs com muita gente e com a Academia por causa de seus inúmeros comentários preconceituosos. Mas Garfield, apesar destes problemas extra-fílmicos, tem boas chances de receber sua primeira indicação. Ele também pode concorrer por “Silêncio”.

3) Ryan Gosling (La La Land – Cantando Estações)

ryan

Aqui é que a disputa começa a ficar interessante. Gosling, que já foi indicado uma vez há 10 anos atrás, é ofuscado por Emma Stone, mas sua atuação é de alto nível e o grande sucesso de “La La Land” muito provavelmente impulsionará o ator para concorrer a uma das vagas. Deve ganhar o Globo de Ouro, com méritos.

2) Denzel Washington (Cercas)

denzel

Washington está de volta à corrida do Oscar e tem chances altíssimas de ser indicado à categoria de Melhor Ator e algumas chances de ser indicado à categoria de Melhor Diretor por seu drama “Cercas”. Nos palcos, ele já levou para casa a estatueta de Melhor Ator dos Prêmios Tony, o Oscar do teatro, pelo mesmo papel. É o único candidato que pode perturbar o favorito até o momento.

1) Casey Affleck (Manchester à Beira-Mar)

casey

Resumindo: Casey Affleck é o franco favorito. Tem ganhado a maioria dos prêmios, deve vencer o Globo de Ouro em sua categoria e sua performance em “Manchester à Beira-Mar” é devastadora e muito profunda, repleta de nuances. Se receber o Oscar, será uma vitória merecida.

 

Anúncios